PRVW

PRVW

Operando desde 1986 no mercado de Jornalismo Empresarial e online desde 96, a Preview é a mais antiga empresa brasileira exclusivamente voltada ao fornecimento de conteúdos jornalísticos para new media. Fornecedora de empresas como J.P.Morgan, GE-Dako, LG Electronics e Folha de S. Paulo, entre várias outras, a Preview conta com uma equipe de redação em São Paulo, além de correspondentes no País e Exterior.

Mercado Digital, O Momento É Agora

por Fernando Tassinari *
É indiscutível o boom vivido pelo universo digital no Brasil. A tendência é que, em pouco tempo, a Internet alcance a mesma dimensão de outros veículos de comunicação de massa, como a televisão e o rádio, inclusive com acesso gratuito. O volume de negócios - com vendas, anunciantes e tudo mais que ela tem direito - não para de crescer. O aumento de navegantes é exponencial e, acredita-se também, é inevitável. Segundo pesquisa Ibope/Jupiter, já são 5,8 milhões de brasileiros acessando a rede diariamente e a previsão é de que 20 milhões de pessoas estarão conectadas daqui há quatro anos.

Qual a conseqüência disso tudo? Um aumento significativo na oferta de empregos. Tudo o que nós brasileiros estávamos precisando numa época em que o desemprego ainda tira o sono de muita gente. Não estamos tão avançados quanto os EUA - em 1998 teve US$ 507 bilhões a mais no PIB e gerou 2,3 milhões de empregos -, mas estamos caminhando a passos largos. Várias oportunidades estão sendo criadas, gerando um leque de novos profissionais da web. Só em 1999, mais de 100 mil pessoas estão trabalhando no setor de Tecnologia da Informação e, ao que tudo indica, em 2003 o mercado deverá gerar 200 mil empregos.

Quando surgiu, não haviam cursos especializados para esse segmento. Ganharam o mercado aqueles que aceitaram o desafio e encararam o feeling autoditata, já que a internet possui um caráter democrático e aceita profissionais de todas as áreas. O grande trunfo dessas empresas do setor é descobrir novos talentos. Com a notória escassez de mão-de-obra qualificada, é normal que invistam no crescimento profissional de pessoas sem experiência, mas com o perfil adequado.

Essas milhares de vagas que estão surgindo (e cresce a cada dia, como em progressão geométrica) estão supervalorizando a mão-de-obra existente e inflacionando o mercado. Está cada vez mais difícil garimpar profissionais qualificados a um salário acessível. No entanto, depois de vencida essa etapa, vem a próxima fase: segurá-los no emprego. Existem jovens talentos ganhando igual conceituados executivos.

Agora, algumas dicas para aqueles que pretendem ingressar no mundo da web: dinamismo e espírito empreendedor são regras básicas. Saber trabalhar em equipe e ter disponibilidade de tempo também são características importantes, pois a demanda exige, muitas vezes, abdicar do lazer para se dedicar ao trabalho. Vale a pena se embrenhar? O conselho é: pode arriscar! A Humanidade nunca havia vivido algo parecido desde a Revolução Industrial.

Só para se ter uma idéia, o e-commerce brasileiro - área que mais cresce dentro do setor - movimentou US$ 160 milhões em 1998 e promete, triplicar seus dividendos até o final de 2000, superando com larga vantagem o México e a Argentina. Todos esses números, ao final das contas, só vem para mostrar que o saldo é positivo para os brasileiros: movimenta milhões ano após ano e gera cada vez mais vagas para quem está ingressando no mercado de trabalho ou optando por mudar de ramo. O futuro é promissor.

……………………………………………